Informes01 - FamíliaJMJ 25Mar2021

Iniciado como VivaJesusBr, em: 15/01/2002
Vivaldo Armelin Júnior
Nova denominação: 25/01/2021
FamíliaJMJ (Jesus, Maria e José)
Ir para o conteúdo

Informes01

• Evangelizar
Índice
(Em ordem de lançamento)
Informes - Não é só disponibilizar conteúdos 01 •
Informes 05 - Perdoar 01 • Informes 04 - O Início 04 • Informes 03 - O Início 03 •
Informes 02 - Temas • Informes - Leitura 01 • Informes - O Início 02 • Informes - O Início 01 •
Informes: Não é só disponibilizar conteúdo 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Ago./21
• A tecnologia multimídia trouxe-nos a oportunidade de interação entre aquele ou aquela que publica e aquele ou aquela que acessa, visualiza e interage, portanto, estas tecnologias permitem muitos mais do que os meios de comunicação denominados tradicionais, como os impressos, auditivos e audiovisuais.
• A interação poderá ocorrer em tempo real ou não, mas ela é efetiva, o mais importante é que sempre haja um retorno. A nossa fé é muito grande e ela envolve uma grande quantidade de informações, muitas delas difíceis de serem entendidas, analisadas e até transmiti-las. A interação não tem mão única, ela ajuda quem gera a informação, mas também quem a recebe, portanto permite e possibilita que sejam feitas perguntas ou questionamentos, indagações, sugestões, críticas construtivas, dadas opiniões, sugerir soluções, publicações, vídeos, áudios etc.
• Esta rede imensa e unificadora possibilita, mesmo quando a língua é diferente, interagir, pois existem hoje tradutores para texto, leitores em qualquer língua. Para tanto, é preciso estudar muito para que não sejamos meros comunicadores unilaterais, a era dos donos da verdade se foi, hoje é possível aprender e aumentar a sua fé conhecendo sua Igreja, no caso a Igreja Católica Apostólica Romana. Amém!
Informes: Rezar pelo Próximo 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jul./21
• O cristão ao evangelizar precisa saber perdoar, crer no que faz, saber ouvir, mas também rezar pelo irmão ou irmã, próximos ou não, amigos ou não, conhecidos ou não. Ao rezar pelo próximo fazê-lo intercedendo em auxílio daquele ou daquela que tenham necessidade, em todos os níveis, como, na saúde, na condição social, econômica, social, espiritual, sejam direcionados aos fiéis, leigos ou leigas, religiosos ou religiosas, mas também por aqueles e aquelas que estão perdidos ou perdidas, ateus ou ateias, pecadores ou pecadoras, ou seja, por todos que tenham acesso à sua página evangelizadora em uma das redes sociais ou sites.
• Você será "alvejado ou alvejada" por críticas injustas, calúnias, mentiras, ofensas, não apenas haverá elogios. Nestes momentos é importante e necessário saber receber esses irmãos ou irmãs para que percam seu referencial, que é aquele que só faz o mal. Quando se rebate uma agressão, seja ela qual for, é preciso saber perdoar e não a rebater com agressão, mas sim convidando o agressor ou agressora a conhecer a Igreja Católica Apostólica Romana, a única Igreja fundada por Jesus Cristo. Geralmente estas pessoas são desinformadas por pessoas que visam seu bem-estar, a riqueza, para isso, desorientam propositadamente.
• Seja cordial, um amigo ou amiga para estas que estão distantes de Deus. Oriente-as no que for necessário e se você não tiver a resposta, busque seu pároco, bispo ou outra pessoa que possa lhe dar as respostas. Boa evangelização e criação de sua página ou site! Amém!
Informes: Perdoar 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jul./21
• Nesta matéria abordo o tema "perdão", um tema bem amplo e que poderá ser a base para qualquer forma de evangelização, condição que está presente no próprio Pai Nosso. Nada adianta querer evangelizar se não soubermos perdoar, mas principalmente, entender o que é perdoar. Quem guarda rancor não perdoa, quem quer vingança também não, quem não reza por aquele ou aquela que nos tenha ofendido, não perdoa. Observe que o tema é muito amplo, pois existem várias maneiras para não seguirmos o que nos pede o Pai Nosso.
• Evangelizar é passar para todos e todas a Palavra de Deus Pai e de Jesus Cristo, mostrar aos possíveis seguidores e seguidoras que a oração do Pai Nosso, nos foi apresentada por Jesus Cristo, tem muito a nos dizer, por essa razão, não basta proclamá-lo vocalmente ou mentalmente, é preciso meditá-lo e interpretá-lo segundo o Sagrado Magistério da Santa Igreja.
• É muito importante nos colocarmos como meros mortais e não dar a imp-ressão de que aquele ou aquela que esta evangelizando é perfeito ou perfeita, isso é muito comum nas ações nde irmãos e irmãs de outras religiões, seitas e grupos denominados cristãos. Ser humilde nos aproxima e nos catequisa.
• Pedir em suas mensagens por todos e todas que lhe agradam e também, pelos irmãos e pelas irmãs, que de alguma maneira estão lhe prejudicando ou fazendo algum mal, é fundamental. Testemunhar o perdão trará, sem dúvida, novos seguidores e seguidoras. Uma publicação interessante para servir de orientação é o livro: "Como Perdoar", de Ana Paula Gomes, da Coleção Como, Edições Shalom. Esta coleção aborda diversos temas interessantes. Amém!
Informes: O Início 04
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jul./21
• Nesta matéria não falarei sobre a parte técnica, mas sim da documentação que lhe será necessária para a evangelização online. Estes documentos podem ser acessados no site do Vaticano (https://www.vatican.va/content/vatican/pt.html) e o site Vatican News (https://www.vaticannews.va/pt.html), além dos sites de Santuários, como o de Aparecida (http://www.a12.com), Canção Nova (https://www.cancaonova.com/), entre outros.
• Ter em mãos a Bíblia, Antigo e Novo Testamento, não pode faltar livros e textos explicando as Sagradas Escrituras, uma boa opção é o Catecismo da Igreja Católica do Papa João Paulo II (santo), documentação sobre a Sagrada Tradição Apostólica e o Magistério da Igreja.
• As editoras religiosas possuem uma grande quantidade de publicações de interesse para quem quer evangelizar online. Por exemplo, Vozes, Ave Maria, Canção Nova, Santuário (A12), Shalon, Schoenstatt etc.
• Cuidado com páginas da internet que não são sérias e não se orientam em documentação da Santa Igreja e às explicações por parte de outras igrejas, seitas, ateus, sobre a Igreja Católica e as passagens bíblicas. Bem como matérias de jornais e revistas, rádios e emissoras de TV não católicas e as comerciais.
• Leia muito, assista muitas reportagens, filmes e documentários produzidos pelas emissoras de televisão ligadas à Igreja. Os programas de orientação familiares, humanitários, caridades, evangelização etc. Alguns padres têm programação contínua e rotineira na internet, é o caso do Pe. Paulo Ricardo, Pe. Marcelo Rossi e, também, de fiéis leigos, como o site FamíliaJMJ, o Prof. Felipe Aquino...
• Estas sugestões são básicas, será necessária uma boa bibliografia para se ter material verídico para as publicações. Boa produção e evangelização!
Informes: O Início 03
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jun./21
• As Sagradas Escrituras são extremamente complexas e difíceis de serem interpretadas, por isso, para criar um meio de comunicação e evangelização, como a internet, é preciso muita leitura e análise dos fatos, não basta ler e ter a sua opinião ou entendimento. Então, como evangelizar?
• Essa pergunta não é difícil de responder, basta ter vontade e iniciar de maneira simples, nunca queira "começar" grande, vá com calma e de maneira simples. Essa ação é comum até mesmo em sites e redes sociais de religiosos ou instituições da Santa Igreja. O importante, como destacamos em outras matérias, é ter certeza do que publicar, mas para isso, é muito importante saber como publicar. Por isso, o meu objetivo é orientar também como fazer e compor imagens (todos os tipos), textos, ilustrações, gráficos, entre outros meios de comunicações.
• Indico uma publicação interessante para este fim, que é: Como Evangelizar nas Redes Sociais, do Diácono Franco Galdino e Larissa Moura, da Coleção Como, Edições Shalom. Esta publicação permite uma reflexão e análise antes da criação do site e ou página nas redes sociais.
• Por isso, é muito importante, seguir as três fases de trabalho, que são, pré-produção, produção e pós-produção. A pré-produção é o momento de estudo, análise, reflexão e elaboração, ou seja, a criação do projeto, mesmo um bem simples. Na produção cria-se o site e ou a página de uma das redes sociais e o lançamento. Por fim, na pós-produção acontece a publicação e as atualizações. Bom trabalho e não tenha pressa, faça tudo com calma, mesmo se sua página irá exibir imagens com mensagens e ou pedidos.
Informes: Temas 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jun./21
• A Evangelização pelas redes sociais e sites é muito recente, não tem muito tempo que os computadores chegaram às pessoas comuns, os chamados microcomputadores, também conhecidos como PC, quando de mesa, notebook, tablet e os smartphones. Isso não impede que eles sejam utilizados por nós fiéis católicos, pois só os religiosos não dão conta de tantas informações. Os temas são muitos, por isso, é muito importante que todos nós que temos condições de manter um site ou uma página em uma das redes sociais, o faça, só desta maneira poderemos evangelizar com maior força.
 
• É importantíssimo se especializar em um, dois ou três temas, não queira assumir todos porque é impossível. Tem muitos fiéis que optam por colocar mensagens em imagens, incluindo alguns grupos abertos ou fechados, onde a colaboração dos membros é essencial e necessária.
 
• Abaixo alguns temas que poderão ser abordados, estudados e com uma orientação baseados em documentos e publicações da Santa Igreja.
 
Temas:
 
1. A vida de Jesus – Um tema bem amplo e complexo, mas que é fundamental.
 
2. As Parábolas – Este necessita de estudo mais profundo se desejar explicá-las, existem diversas publicações sobre o tema.
 
3. Os Sacramentos – Para este tema é necessária muita leitura, uma delas o Catecismo da Igreja Católica.
 
4. Antigo Testamento – Uma opção que exigirá muita leitura, pois trata-se de toda Bíblia do Antigo Testamento.
 
5. Novo Testamento – Cuidado principalmente com o Apocalipse, é muito complexo e difícil de entender.
 
6. Anjos – Este tema é muito interessante, mas tem que se tomar muito cuidado com informações erradas e inverídicas, comuns em publicações de banca de jornais.
 
7. Santíssima Trindade – Outro tema complexo e que exigirá muito estudo e leitura, mas possível de ser abordado.
 
8. Sagrada Família – Como o anterior é difícil e complexo, porém, possível de ser realizado.
 
9. Deus Pai – Tudo o que sabemos foi por Sua própria revelação, como consta nas Sagradas Escrituras, mas também pelo que nos trouxeram de informações vindas da Tradição Apostólica. É importante definir o que são os mistérios de Deus.
 
10. Deus Filho – Falar de Jesus Cristo é se basear na Bíblia, Antigo e Novo Testamento, mas conhecer a Tradição Apostólica e o Magistério da Santa Igreja.
 
11. São José – O problema é que pouco sobre o pai terreno e adotivo de Jesus Cristo aparece pouco na Bíblia, porém, tem-se in formações vindas dos Apóstolos, uma boa leitura é necessária.
 
12. Santa Maria – Vale muito publicar sobre a Mãe de Jesus, pois ela está agindo e sempre agiu em favor dos seres humanos, homens e mulheres.
 
 
• Numa próxima edição novas sugestões de temas. Amém!
Informes: Leitura 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jun./21
• Vou começar falando do que não ler sobre a fé católica, portanto seja seletivo ou seletiva, pois muitas publicações periódicas comerciais de editoras não católicas, sejam de outras igrejas intituladas cristãs ou estas revistas que falam de anjos, santos, de maneira a vender e não evangelizar, portanto, não tem credibilidade. Uma boa publicação deve seguir o recomendado e endossado pela Santa Igreja Católica Apostólica Romana.
• Editoras leigas com credibilidade, como a Editora Cléofas, tem publicações aprovadas pela Santa Igreja de Jesus Cristo, mas também as editoras católicas, como a Editora Santuário, Shalom, Vozes, Santuário, Ave Maria, Canção Nova, Loyola, Paulinas, Paulus, Amor a Nossa Senhora, entre tantas outras.
• Outra fonte para uma boa leitura são os sites pertencentes a religiosos, igrejas, Santuários, mas também a leigos que se baseiem nas orientações da Santa Igreja etc. Muitas igrejas, nos nossos dias, mantêm sites, muitos interessantes.
• Você também pode assinar um periódico da Santa Igreja, como: a Revista Ave Maria, Jornal L'osservatore Romano, Jornal Santuário etc.
• Manter a seu lado as Sagradas Escrituras (Antigo e Novo Testamentos), o Catecismo Católico e um dicionário católico. Nós mantemos um pequeno glossário no site que também pode ser uma referência, além das bibliografias indicadas por nós. Amém!
Informes: O Início 02
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jun./21
• Para a criação de um site ou página em uma das redes sociais são necessárias algumas providências, essas são fundamentais, são elas:
01. Sites: Ter o registro de um domínio e inscrever-se em um site de hospedagem pago, ou, ainda, inscrever-se em um site de hospedagem grátis, para estes não há a necessidade de um domínio. Ter um software grátis, livre e ou pago para criação das páginas do site. Ter um editor de imagens e desenho. Um dicionário em mãos ou online. Um programa office, grátis, pago ou livre, de preferência com correção ortográfica e gramatical, é muito útil.
O site poderá ter temática mais ampla, como o FamíliaJMJ.com e o anterior VivaJesusBr.com, substituído pelo primeiro. Não há como criar um site completo, pois são muitos os assuntos, a não ser que tenha uma equipe gigantesca para garantir os conteúdos.
É comum ter um site e manter uma página em mais de uma rede social, mas para isso, será necessário ter maior tempo para responder a perguntas ou dúvidas.
Realizar periodicamente atualização, não precisa ser diária como eu faço.
Importante: Indicar uma bibliografia, de preferência que você já tenha lido.
02. Página na rede social: (Facebook, Twitter, Instagram etc.) – Fazer a inscrição em uma ou mais redes sociais, criar um nome para a página, determinar a temática, muitos optam por postagens de mensagens, mas tem aqueles e aquelas que evangelizam de maneira direta apresentando não apenas textos e ou imagens (animadas e ou estáticas).
Não é necessário ter um programa para criação de páginas, mas ter um editor office com corretor ortográfico/gramatical é uma opção mais do que necessária, ter um editor de imagem/desenho, estes podem ser grátis, livre ou pagos.
É comum manter uma página em mais de uma rede social.
Realizar periodicamente atualização, não precisa ser diária.
Importante: Indicar uma bibliografia, de preferência que você já tenha lido.
Geral: Seguir todas as orientações provenientes da Santa Igreja Católica Apostólica Romana, ter o Catecismo da Igreja Católica, a Bíblia, das Sagradas Tradições e o Magistério em mãos. No FamíliaJMJ.com tem uma boa relação bibliográfica.  Nunca inventar ou dar a sua opinião sem o destaque de que aquela opinião não é o da Santa Igreja.
Boa experiência e criação do seu site/página nas redes sociais. Amém!
Informes: O Início
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Mai./21
• O Site FamíliaJMJ.com está lançando um espaço que tem por objetivo orientar nossos visitantes a criar páginas na internet com o objetivo de evangelizar o povo distante de Deus. Para isso, basta criar uma página em um dos sites de rede social, no Youtube ou, ainda, criar seu site com domínio próprio, como este.
• Você que é cristão católico tem uma oportunidade de ouro, pois a tecnologia possibilita chegar bem distante e com grandes resultados. Muitos dos que navegam na internet precisam ser convertidos, pois estão perdidos, distantes de Deus, mas poderá ajudar aquele ou aquela que está em dúvida ou que tem dificuldade de entender os ensinamentos vindos da Santíssima Trindade.
• Irei dar orientação de como você poderá criar sua página e ou site na internet, o importante é escolher uma das redes sociais e depois de algum tempo ir expandindo, por exemplo, iniciar com o Facebook, depois abrir no Twitter, Instagram etc.
• Para isso indicarei softwares que poderão lhe ajudar na produção de conteúdos para um site e ou redes sociais. Serás um pouco técnico, mas a fé e o amor à Santíssima Trindade e a Sagrada Família é maior o maior objetivo, pois com Eles somos levados à salvação e a vida eterna ao lado do Pai.
• Boa experiência e evangelização!
Voltar para o conteúdo