Escrituras Sagradas - FamíliaJMJ 25Mar2021

Iniciado como VivaJesusBr, em: 15/01/2002
Vivaldo Armelin Júnior
Nova denominação: 25/01/2021
FamíliaJMJ (Jesus, Maria e José)
Ir para o conteúdo

Escrituras Sagradas

• A IGREJA CATÓLICA
Índice
(Em ordem de lançamento.)
Sagrada Bíblia 06 - Antigo e Novo Testamento 03
Sagrada Bíblia 05 - Antigo e Novo Testamento 02 Sagrada Bíblia 04 - Antigo e Novo Testamento 01 •
Sagrada Bíblia 03 • Sagrada Bíblia 02 • Sagrada Bíblia 01 • Sagrada Bíblia - Introdução 01
Bíblias 07 - Antigo e Novo Testamento 04
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Set./21
• Todo aquele ou aquela que efetivamente crê na Palavra, seja por meio da leitura e reflexão do Antigo ou Novo Testamento é ouvido pela Santíssima Trindade recebe de Deus os dons do Espírito Santo. A Palavra de Deus é eficaz, transformadora e santificante, nos trás o perdão e o amor do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
• As escrituras Sagradas são a fonte para que possamos conhecer a Santíssima Trindade Una, nosso único Deus e Pai, portanto, aquele ou aquela que não conhece ambas as Bíblia, não conhece o Pai, não conhece o Filho e não conhece o Espírito Santo. Uma realidade muito comum nos nossos dias e que não nos leva à salvação, pois tudo ocorre distante da fé, mas sim, bem próximo do mal, com predominância para os interesses pessoais, mesquinhos, individualistas, materiais, exploradores, e não, para a caridade, amor, fé, solidariedade, compaixão. Essa realidade distancia o ser humano do "bem" e aproxima de maneira perigosa do "mal". Reflita nesta questão, e, com cuidado responda a esta questão: - "De que lado você está?". Amém!
Bíblias 06 - Antigo e Novo Testamento 03
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jul./21
• As Escrituras Sagradas são formadas por duas Bíblias, a do Antigo testamento e a do Novo Testamento, apenas, não existem outras Bíblias na fé cristã e na Santa Igreja Católica. Infelizmente alguns irmãos e irmãs de outros grupos religiosos cristãos insistem em afirmar que o Catecismo Católico é uma nova Bíblia. Na realidade o Catecismo da Igreja Católica é um documento que explica ambas as Escrituras, as Leis de Deus, as Leis da Igreja, os Sacramentos, e outros temas.
 
• Cremos que as duas Bíblias são a verdadeira Palavra de Deus e não apenas um texto escrito por seres humanos e, na verdade, tudo ocorreu das mãos de humanos, mas por inspiração do Espírito Santo de Deus.
 
• Aquele ou aquela que condena o povo judeu pela morte de Jesus precisa saber que foram eles que guardaram os textos do Antigo Testamento, os responsáveis pela morte de Jesus estavam nos templos, pois não o reconheciam com Filho de Deus. O povo judeu acolheu Jesus e o agradecia de diversas maneiras. É muito importante sempre se lembrar destes pequenos detalhes, São José, Santa Maria e até Jesus faziam parte da fé judáica. Amém!
Bíblias 04 - Antigo e Novo Testamento 02
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jul./21
• As Bíblias, Antigo e Novo Testamentos contém a Palavra de Deus, portanto, não foram seus escritores que criaram, mas os que registraram por inspiração do Espírito Santo, e as Palavras nelas contidas tem uma função muito importante, a de proporcionarem a reflexão, o amor a Deus e desenvolver a fé.
• É possível observar isso na Tradição Apostólica, ou seja, nos exemplos que chagaram até nós deixados pelos Apóstolos de Jesus. A Palavra de Deus é como uma sementinha que é semeada e com o passar do tempo crescerá, produzirá folhas, limpará o ar e se tornará uma grande árvore, ou ainda, uma pequena planta que servirá para nos alimentar.
• Como árvore produzirá grande número de galhos e muitas folhas, em outras palavras, espalhará a Palavra de Deus pelo mundo, como pequena planta alimentícia, nos alimentarão para o caminho da salvação, é o alimento para a vida eterna.
• Não é um documento literário qualquer, não é um romance, não é um livro histórico, como muitos acreditam, são sim, as informações produzidas pelo Pai para que sigamos, entendamos e pratiquemos. Estas são as armas de Deus para nos salvar, elas não matam e nem fazem sofrer, mas sim nos conduzem pelos caminhos da felicidade eterna. Amém!
Bíblias 04 - Antigo e Novo Testamento
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Abr./21
• É interessante que entender o Antigo Testamento (A.T.) para que seja possível realmente entender o Novo Testamento (N.T.), por quê? No A.T. foram feitas muitas previsões sobre a vinda do Senhor o Nosso Deus em carne e osso. Um exemplo são as profecias de Jeremias, entre outros.
• O A.T. é o início da fé cristã, é ele que nos prepara para a vinda de Jesus Cristo e um detalhe importante, não tente interpretá-lo lendo num único parágrafo, entenda o contexto do trecho que que está sendo lido. O Magistério da Santa Igreja nos orienta desta maneira. É comum dizer por outras denominações cristãs que as imagens são proibidas, sejam em igrejas, em casa e nas praças... Para estes, sua base resume-se a uma linha onde Deus, diante de um contexto maior diz que é "proibido adorar ídolos" e nós católicos não adorámos ídolos, adoramos a Deus. As imagens para nós são uma referência visual e até tátil, mas temos plena consciência de que elas são apenas uma representação.
• Durante o Êxodo os israelitas que não tinham a fé necessária em dado momento constroem um ídolo de ouro, esse sim é proibido. Moisés, ao retornar com os Dez Mandamentos se depara com aquele absurdo. Esse absurdo não foi um "privilégio", ainda hoje tem pessoas que não tem fé e denigrem a imagem da Santa Igreja, infelizmente, até alguns religiosos.
• Teria outros exemplos, mas vou destacar um último exemplo que é muito mau interpretado, no A.T. fala-se na vinda do Emanuel, mas este nome significa "Deus está conosco". Você entendeu a importância de estudar também o A.T. Evitar interpretações errôneas, como esta última, dita por alguns que a Bíblia (A.T.) está errada tudo porque o Filho de Deus recebeu o nome de Jesus. Pense nisso! Amém!
Bíblias 03
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Mar./21
• Recordando: a palavra “evangelho” significa “boa-nova”, de acordo com a Bíblia, Novo Testamento, da Editora Santuário.
• O Evangelho não é um livro literário, histórico ou de fábulas, mas sim das “Boas-novas”, da Palavra de Deus. Também não é um livro biográfico, nele até tem a biografia de Jesus, mas o mais importante são suas mensagens, ensinamentos, gestos e ações de Jesus Cristo e a revelação dos Mistérios de Deus. Tudo em favor da salvação e santificação do ser humano.
• Nele o foco principal é a Ressurreição de Jesus Cristo. As revelações estão presentes no Antigo Testamento, como foi destacado pelo próprio Jesus Cristo, o que Ele fez foi explicá-las por meio de parábolas, curas, milagres e ao expulsar demônios.
• Aquele ou aquela que lê a Bíblia, Novo Testamento, tem que ter consciência da importância da Ressurreição, mas não pode se esquecer que ela é a continuação do Antigo Testamento, produzida e guardada pelo povo judeu, onde em diversas narrativas é prevista a chegada do Senhor pelo Profetas.
• Ao ler o Novo testamento é conveniente ter ao lado ou no mesmo Livro o Antigos Testamento, pois essa ação facilitará o entendimento e a santificação, consequentemente a salvação.
• Todos os fatos e acontecimentos narrados nos Evangelhos nos levam à Ressurreição e cada Evangelista teve a sua maneira de descrever, porém o conteúdo principal é o mesmo.
• Para finalizar, a leitura da(s) Bíblia(s) deve ser reflexiva, contemplativa, agradecendo e saudando a Santíssima Trindade e, também, seguida de uma autocrítica. Amém!
Bíblias 02
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Mar./21
• Para que um fiel possa entender as Sagradas Escrituras é preciso entender como estes Livros Sagrados foram escritos. Ter conhecimento histórico e cronológico da história. Outro fator importante, que ninguém deve desprezar, ter em mãos um dicionário, o melhor é ter um religioso, outra publicação de grande auxílio é o Catecismo da Igreja Católica.
• Os aspectos literários, históricos, doutrinal, educativo e cristão são importantíssimos para que tenhamos um bom entendimento, todo de acordo com o Sagrado Magistério da Santa Igreja.
• É preciso entender as três estruturas de sustentação da fé e caminho da salvação da Santa Igreja Católica Apostólica Romana, as Bíblias, o Sagrado Magistério e a Sagrada Tradição Apostólica. Nenhuma outra Igreja cristã tem esta estrutura, e nenhuma outra foi criada por Jesus Cristo.
Bíblias 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Mar./21
• É interessante que tem muitos seres humanos que colocam as Sagradas Escrituras como um documento falso e se apegam em detalhes que não condizem com a realidade. Uma vez ouvi de uma pessoa que não é verdadeira a previsão da vinda de Jesus Cristo, pois no Antigo Testamento aparece o nome Emanuel. Emanuel significa "Deus está conosco", originária da palavra hebraica Immanuel. A própria palavra já responde a esta afirmação, era denominado de Emanuel porque Deus, na Pessoa do Filho, estaria no meio de nós humanos. Tudo que li e ouvi conduz para este pensamento, sem falar que a Santa Igreja estuda as Escrituras a mais de 2000 anos.
• Jesus veio para reforçar a Palavra de Deus, humano e, também, Deus. Ele nos trouxe o amor. A palavra de Deus é a de Jesus, que viveu entre nós. Em nenhum momento Jesus desprezou o Antigo Testamento, muito ao contrário, suas palavras em várias oportunidades reportam para a Bíblia do A.T. E Ele cumpriu sua missão aqui na terra, amando-nos, sem restrição. Amém!
Introdução 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Fev./21
• As Sagradas Escrituras, ou seja, as Bíblias, foram escritas por seres humanos, mortais, mas sob uma condição muito especial, inspirados pelo Espírito Santo de Deus. São relatos e experiências vividas pelos escritores, mas que não inventaram, como ocorre em um livro literário.
• É preciso destacar que as Bíblias não foram escritas como um documento histórico ou literário e não possuem uma sequência cronológica em relação a datas. Nela aparecem locais e localidades, são citados nomes de reis, líderes romanos, líderes do templo, mas, reforçando, não tem uma cronologia definida.
• As Escrituras Sagradas foram preservadas graças ao povo judeu, que tinham por hábito registrar sua vida. São Livros independentes, porém, organizados pela Santa Igreja Católica, a mesma usada por outros denominações cristãs.
• A Santa Igreja, a Igreja de Jesus Cristo, ou seja, a única criada por Ele, outras denominações foram criadas por seres humanos, estudou diversos livros e dentre eles definiu os canônicos e os apócrifos. Canônicos são aqueles que, por inspiração do Espírito Santo, relatam a Palavra e a Verdade. Os apócrifos são aqueles que tem informações não corretas ou exageradas.
• Boa leitura! Fique com Deus!
Voltar para o conteúdo